Rua Santa Catarina, 65, sala 214B - Curitiba-PR 41 3401-6090 41 99687-2175 41 99613-6828

Como é a instalação de um sistema elevatório e sua manutenção

Saiba mais sobre Como é a instalação de um sistema elevatório e sua manutenção

Como é a instalação de um sistema elevatório e sua manutenção

Em edifícios altos (mais do que 3 pavimentos), a pressão da água que é fornecida pela concessionária não é suficiente para fazer com que a água chegue até a caixa d’água (reservatório superior).

Neste caso, a solução geralmente se dá com o atendimento de um reservatório inferior (geralmente no térreo ou em algum subsolo) e dali bombeia-se a água até o reservatório superior. Este bombeamento também é achamado de recalque da água.

Este sistema é composto por duas bombas (uma bomba é reserva, para em caso de pane ou manutenção na primeira bomba o recalque não seja interrompido), tubulação de sucção, tubulação de recalque, registros, válvulas de retenção, sistema eletrônico de automação da bomba e quadro elétrico de comando.

Como é a instalação de um sistema elevatório e sua manutenção Como é a instalação de um sistema elevatório e sua manutenção

As bombas hidráulicas são máquinas que funcionam com base na força centrífuga gerado pelas palhetas e impulsores dos seus rotores que giram dentro de uma câmara estanque (carcaça da bomba). Desta forma, a água ganha velocidade e pressão suficientes para subir a edificação até o reservatório superior.

Para escolher qual bomba utilizar, deve-se realizar um projeto onde a bomba será dimensionada. Cada instalação terá uma bomba mais adequada para a instalação. A bomba não poderá ter cavitação ou turbulências e a sua operação deve ocorrer dentro das faixas de trabalho ótimas definidas pelo fabricante.

MANUTENÇÃO

Segundo a norma vigente (NBR 5626:2020 – Sistemas prediais de água fria e água quente) o sistema elevatório e suas bombas devem ser verificadas no máximo semestralmente. Os principais pontos a serem observados são:

  • ponto de operação (pressão e vazão de trabalho);
  • corrente elétrica consumida pelo motor;
  • nível de óleo;
  • pressão da sucção;
  • vazamento de água, óleos ou graxas na bomba;
  • sincronismo entre acionador elétrico e bomba;
  • vibrações excessivas;
  • corrosão das partes metálicas e degradação da fiação elétrica.

As normas técnicas que abrangem este tema são:

NBR 5626:2020 – Sistemas prediais de água fria e água quente – Projeto, execução, operação e manutenção;

NBR 15575:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho – Parte 6: requisitos para os sistemas hidrossanitários;

NBR 16676:2018 – Sistema de selagem de eixos para bombas centrífugas e rotativas;

NBR 12214:2020 – Projeto de estação de bombeamento ou de estação elevatória de água – Requisitos.


Solicite um orçamento