Av. Sete de Setembro, 4995, Sala 03 - Curitiba-PR 41 3401-6090 41 99687-2175 41 99613-6828

Como escolher um terreno para construir?

Saiba mais sobre Como escolher um terreno para construir?

Como escolher um terreno para construir?

Na hora de avaliar um terreno para construção podem surgir várias dúvidas sobre o que se deve levar em conta. Confira as características mais importantes neste momento:

Localidade: Um dos principais pontos levados em consideração no momento da escolha de um terreno é a sua localidade. Pontos como infraestrutura da região (presença de hospitais, escola, mercado, transporte público, etc.), a segurança do entorno, a vizinhança, a presença avenidas, vias rápidas, bares ou casas de shows que possam gerar muito barulho, devem ser avaliados no estudo de compra de qualquer terreno. Caso a intenção seja a construção de uma edificação para instalação e operação de uma empresa, é de fundamental importância consultar o zoneamento do município para ser certeza de que será possível a realização da atividade pretendida naquela localidade.

Dimensões: As dimensões do terreno irão definir a área máxima da edificação. Logo, tenha certeza de que o tamanho do terreno está condizente com o tamanho que se espera da construção. Neste ponto, é importante se atentar aos parâmetros da Guia Amarela do seu município (veja aqui como interpretar a Guia Amarela), quanto aos recuos obrigatórios, taxa de ocupação e coeficiente de aproveitamento permitido. Evite terrenos muito estreitos, pois após descontar os afastamentos das divisas a área restante poderá ser muito pequena, inviabilizando a concepção de um projeto arquitetônico agradável.

Topografia: A topografia do terreno irá influenciar diretamente no custo da construção. Terrenos com grandes desníveis podem exigir movimentações de terra consideráveis, e/ou estruturas de contenção de terra como muros de arrimo, o que elava os custos da construção.

Presença de mata nativa, córregos ou nascentes: Caso no terreno haja árvores, córregos ou nascentes, deve-se consultar a prefeitura quanto a restrições. Algumas árvores são protegidas do corte, a depender do seu tamanho e espécie, o que pode obrigar o desenvolvimento de um projeto que considere a integração das árvores na edificação. O terreno também pode estar em uma área de preservação ambiental, e a depender do caso, a legislação pode inviabilizar completamente qualquer construção naquela área.

Tipo de solo: De forma geral, quanto maior a capacidade resistente do solo, menores serão os custos da construção na etapa de fundações. Terrenos com presença de água conduzem a fundações mais caras. Observe se nas proximidades existe a presença de córregos ou nascentes, pois assim será provável que o nível do lençol freático no terreno seja alto. O ideal seria que nas negociações de compra fosse verificada a possibilidade da realização do ensaio de sondagem (veja aqui o que é o ensaio SPT, ou ensaio de sondagem) antes da compra do terreno, pois assim o comprador teria certeza do tipo de solo existente e qual a fundação apropriada (consulte um Engenheiro Civil para este estudo). O ensaio será pedido pelo projeto de estruturas posteriormente, então, se realizado o ensaio antes da compra, a primeira etapa da futura estrutura já estará realizada.

Documentação: Além destes itens, deve-se revisar de forma criteriosa toda a documentação relacionada ao terreno e aos vendedores. Uma falha em uma documentação irregular pode levar à uma dor de cabeça por anos. Em relação ao terreno, deve-se certificar se ele não foi ocupado irregularmente, o que pode ser conferido na matrícula individual do lote. Outros documentos do terreno a serem levantados são o carnê de IPTU quitado, últimas contas de luz, água e gás pagas e certidão negativa de impostos e taxas municipais.

#terreno #construção #irregular #projetodeengenharia


Solicite um orçamento